QUINTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Untitled Document
19/05/2017 | Fonte: G1

Mulher morta após estupro tinha doença mental e estava desaparecida

Vítima foi morta com golpes de garra, estuprada com uma vassoura e teve parte do corpo queimado, em Ponta Porã (MS). Brutalidade do crime impressionou até os investigadores.
Jovem acompanhado pela polícia no local do crime (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil identificou na quarta-feira (17), a mulher de 59 anos que foi encontrada morta na terça-feira (16), em um terreno baldio em Ponta Porã, a 326 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai.

Segundo a polícia, a vítima morava em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, tinha doença mental grave e estava desaparecida a pelo menos dois dias antes do crime. Ela foi morta com golpes de garra, estuprada com uma vassoura e teve parte do corpo queimado. O suspeito de 19 anos foi preso e confessou o crime.

A família contou à polícia que a mulher tinha o hábito de ficar perambulando pelas ruas. Ela foi vista pelos parentes pela última vez no fim de semana. Um irmão foi ao Instituto de Medicina e Odontolocia Legal (IMOL) e reconheceu o corpo.

O caso provocou grande comoção entre os moradores da cidade. O delegado responsável pelas investigações, Rodolfo Daltro, disse que a brutalidade impressionou até investigadores experientes.

“Na hora do interrogatório o rapaz descrevia tudo. Ele mostrou o local do crime, as pedras usadas para agredir a vítima e a vassoura que ele introduziu nela. Ele disse que não teve nenhuma motivação. Apenas estava bêbado, viu a mulher com deficiência e quis se aproveitar” contou Daltro.

A namorada do suspeito prestou depoimento na delegacia e afirmou que sabia do crime, porém, não denunciou porque foi ameaçada por ele. O rapaz continua preso e vai responder por homicídio qualificado por tortura e estupro.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 13/12/2017 Eldorado - PRF apreende adolescente de 16 anos transportando maconha em ônibus
Postada em: 13/12/2017 Polícia Federal realiza buscas em gabinetes de dois deputados na Câmara
Postada em: 13/12/2017 Jovem é morto a tiros um dia depois de ser ameaçado durante discussão
Postada em: 13/12/2017 Polícia incinera mais de 15 toneladas de drogas em Dourados
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra