QUARTA-FEIRA, 18 DE JULHO DE 2018
Untitled Document
13/04/2018 | Fonte: CAMPO GRANDE NEWS

Projeto permite que motorista venda carro apreendido no Detran-MS

Intenção é facilitar o pagamento das dívidas e ainda diminuir a lotação no pátio do Detran
Projeto quer esvaziar carros apreendidos no pátio do Detran-MS (Ana Letícia Gaúna/Detran-MS)

O projeto do deputado Onevan de Matos (PSDB) permite que o motorista possa vender seu veículo que está apreendido no Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS), em função de infrações, multas ou falta de pagamento de tributos. Quando for efetuada a venda, deve quitar a dívida com a instituição e poderá ficar com a diferença.

“A intenção é assegurar aos proprietários a possibilidade de comercialização dos veículos apreendidos administrativamente, a quitação de débitos com o Estado e, também, o esvaziamento de pátios que estão lotados de veículos, causando transtornos e acumulando lixo no local”, justificou o autor.

Nos casos que a apreensão do de veículo for em função de crimes, não poderá ser feita a venda. O autor destacou que em 2017, quase três mil proprietários foram notificados a comparecer em órgãos de trânsito para regularizar e retirar os veículos que foram apreendidos, muitas vezes ficando por tempo muito longo, até que seja feito um leilão.

O deputado destaca que grande parte dos proprietários não têm condições financeiras de pagar as taxas referentes às autuações de trânsito (multas), débitos com o Fisco, assim como os custos de estadia cobrado pelo órgão de trânsito.

O projeto ainda estipula que os proprietários podem ter acesso aos veículos com até três compradores, sendo que nestas oportunidades, fica autorizado funcionar o veículo e fazer a devida apresentação aos eventuais compradores.

Se for finalizada a venda, o pagamento será depositado em uma cota bancária criada pelo Detran-MS, para que sejam descontadas as dívidas do veículo, antes da entrega do carro ao novo comprador. O projeto segue para as comissões da Assembleia, para depois ser votado em plenário pelos deputados.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 06/06/2018 STJ autoriza recolhimento da carteira de motorista para pressionar réu inadimplente a regularizar débitos
Postada em: 06/06/2018 Passa de 190 o número de desaparecidos por causa do Vulcão de Fogo, na Guatemala
Postada em: 06/06/2018 Governo reduz previsão e passa a estimar salário mínimo abaixo de R$ 1 mil em 2019
Postada em: 06/06/2018 Frio deve atrasar início da colheita do algodão na região norte de MS
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra