QUARTA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2018
Untitled Document
17/05/2018 | Fonte: CORREIO DO ESTADO

Quatro são presos com pornografia infantil em Campo Grande

Quatro pessoas foram presas em flagrante e uma delas já foi encaminhada até a DPCA - Foto: Arquivo/Correio do Estado

Operação contra à pornografia infantil em todo o país, está cumprindo 9 mandados de busca e apreensão no Mato Grosso do Sul. Na Capital, quatro pessoas foram presas em flagrante e os demais mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Glória de Dourados, Dourados e Naviraí. Os investigados são pessoas que continham conteúdos ponográficos de crianças e adolescentes.

De acordo com a Delegada Marília de Brito Martins da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), os investigados são pessoas que baixavam, armazenavam e compartilhavam conteúdos pornográficos e de exploração sexual a crianças e adolescentes. Um dos suspeitos, tem dois mandados de busca e apreensão, por manter esses conteúdos tanto em casa, quanto no trabalho. 

Ainda conforme a Delegada, 56 policiais civis estão mobilizados na operação. Os departamentos envolvidos nas investigações, estão o Departamento de Polícia da Capital (DPC), Departamento de Polícia Especializada (DPE), Departamento de Inteligência Policial (DIP) e Departamento de Recursos e Apoio Policial (DRAP). Além desses, a Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (DEFURV) e Delegacia Especializada Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras) estão dando apoio a operação.

Segundo a polícia, a Corregedoria da Polícia Civil também participa das investigações e não descarta a possibilidade de envolvimento de policiais no crime.

COMENTE ESTA NOTÍCIA:
» NOTÍCIAS RELACIONADAS
Postada em: 16/10/2018 Justiça condena falsa vítima de atentados em Paris a seis meses de prisão
Postada em: 15/10/2018 PMs presos por assalto levaram R$ 700 e agrediram morador a coronhadas
Postada em: 15/10/2018 Perseguição termina em capotagem, explosão de caminhonete e 3 presos
Postada em: 15/10/2018 Errou, mas não precisava espancar, diz homem que culpa PM por morte do irmão em Naviraí
Untitled Document
Desenvolvimento: Luciano Dutra